Follow by Email

Seguidores

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

PASTORAL AOS LÍDERES

PASTORAL AOS LÍDERES Que prazer é lermos João Batista ao afirmar em João 3:30: “É necessário que ele cresça e eu diminua” Penso que muitos obreiros hoje em dia, tem feito tudo para evitar o crescimento de Jesus, e buscam até involuntariamente, por vã glória. Priorizam às vezes posições eclesiásticas e se esquecem de acumular tesouros nos céus. A minha oração é que todos nós possamos dizer uns aos outros: “Cresça meu amado!”. Certa vez testemunhei o quanto alguns líderes tentavam barrar, quase que proibindo o aproveitamento de adolescentes e jovens nos seus cultos, pois assim eles, e apenas eles dominavam o púlpito, como que fossem: Os capazes. Quanta tolice. E muitos se diziam sábios! A Igreja de Cristo Centro Sobral, tem o propósito de ter uma liderança sadia, onde não há, nem haverá espaços para quem tenta impedir outros de crescer! A Igreja de Cristo não é lugar de tiranos, de grosserias no altar, de críticas abusivas... A liderança da igreja deve ser antes de tudo, um conjunto de pessoas que estejam preocupadas em tirar as suas traves dos seus olhos, que acusar os outros dos seus argueiros. Penso que cabe preferivelmente ao pastor, e aqueles a quem receber dele esta autoridade, as devidas observações a esse respeito, o que deve ser feito com imparcialidade e a unção e sabedoria do Espírito. Mas a liderança que queremos deve ter algumas características, tais como: 1) Não prega para ferir indivíduos, mas traz palavras de edificação, de tratamento, de bênção, de pacificação... (Obs: determinadas exortações individuais deve-se deixar para o pastor, principalmente se tornou-se quase que questão pessoal.) 2) Não orar dando alfinetadas nos irmãos, principalmente aqueles que se não tem a devida comunhão; mas suplica para que Deus use aquele irmão como um vaso de honra, na vontade do Senhor; o verdadeiro líder deseja: “Que ele se conserte e cresça!” 3) Não anda com língua ferina envenenando a um e a outro pela falha de alguém, mas suporta-o em silêncio, e na paciência ora por ele. 4) Não se incomoda nem se ira por falta de “aparições” na frente da Igreja, mas usa as oportunidades de falar do amor de Deus para o pecador em qualquer lugar; 5) Não faz meninices no altar. Incomodando, e magoando os outros propositadamente; muito menos porque também é da família da fé, e filho de Deus! É preciso haver respeito entre o povo de Deus. 6) Não senta e assiste os problemas dos outros, ou da igreja, mas ora e traz palavras de consolação, nunca de ofensa. Traz palavras de ânimo, de comunhão, de perdão... 7) Não se envergonha de buscar a paz. Não há espaço para líderes cheios de ódio, de mágoa, de traumas, de preconceitos... Reconcilie-se com os irmãos ou nunca serás líder de verdade! 8) Não se deixa dominar pelo passado, pela aparência, pelo ego ou pelo prazer, mas submeta-se ao constante controle e unção do Espírito, e da palavra. 9) Não use o altar para derramar venenos, para vender medo, para desfilar demônios, mas sim para adorar e cultuar a Deus, para trazer palavras de BOAS NOVAS aos homens de Deus, e para avivar a obra Santa; 10) Não corra para chegar primeiro, ou para ser o maior, ou para ocupar os primeiros assentos, mas sim, demo-nos as mãos, procurando chegar junto, e ajudar outros a correrem também neste ministério; 11) Não passemos de largo ao vermos alguém caído ou caindo, mas estendamos a mão a ele e o levantemos, pois assim nos elevamos diante do Senhor; 12) Não ouça aqueles que têm palavras ou conselhos que cause preconceito, divisões, ou partidarismos. Antes buscai ouvir a voz mansa e suave do Senhor; Quem cria ou participa de GRUPINHOS não tem vez na Igreja do Senhor; 13) Não repreendas a ninguém com arrogância, mas com amor, e tenha sempre um sorriso nos lábios, prontos para ouvir, e tardio, muito longe de se irar. A liderança da Igreja de Cristo tem estes e outros alvos a buscar. Estamos dispostos a mudarmos o que somos e nos moldar a Cristo? Então, precisamos guardar as espadas ou vamos continuar a cortar orelhas... Precisamos dobrar os joelhos ou vamos continuar tropeçando nos nossos passos vaidosos... Precisamos ser como João batista, ou vamos falhar em preparar o caminho para Cristo alcançar vidas... Sim, que Cristo cresça e eu diminua! Pr. Felipe da Hora

DIZIMAR É GANHAR ALMAS

Porque é aplicado na obra de Deus para ganhar almas Em Lc 16:9 temos: “E eu vos digo: Granjeai amigos com as riquezas da injustiça; para que, quando estas vos faltarem, vos recebam eles nos tabernáculos eternos.” Este texto tem uma grande lição e ainda algumas outras paralelas. As riquezas da injustiça (ou iníquas) são todas aquelas que usamos para comprar e vender algo. São os salários, ganhos e bens adquiridos de forma “injusta”, ou seja, através de suor, e de mentira e de exploração de alguém por alguém. Tudo aquilo que temos no bolso ou no banco é riqueza da injustiça, e tudo aquilo que é terreno e material é fruto de atos injustos. Tudo que temos, tivemos ou teremos, traz injustiça ou para nós ou a outro, Tudo é enganador e sempre alguém é explorado ou explora outro. Apesar de todos estes desconfortos condenatórios, o próprio Cristo afirma que essa riqueza deve ser usada na Obra de Deus, para ganhar amigos para Jesus. O teu salário não deve ser usado só para teu benefício ególatra, mas deve conquistar pessoas para o Reino eterno. Muitos que ganhando muito ou pouco, são inexcusáveis, adoram a Mamom, e, são escravos do dinheiro, pois nunca se preocupam com o termo “granjear amigos” e muito menos se estarão nos tabernáculos eternos, ou não. Ou se vão se encontrar com algum deles na eternidade ou não. O anseio de chegarmos nos tabernáculos eternos nos condicionam a desprendermo-nos das riquezas iniquas, e entendermos que haverá o dia em que esses recursos nos deixarão, pois tais recursos não nos acompanham na sepultura. No além túmulo não temos dinheiro, eles nos faltam, mas os frutos espirituais providos dos dízimos e ofertas hão de se encontrar com seus provedores. Diante disto, precisamos trabalhar e procurar crescer na vida, e buscar a prosperidade financeira, sim, mas, nunca podemos esquecer que tais coisas são tratadas pela Palavra como: Riquezas das injustiças. Não devemos fugir das responsabilidades nem temê-la, mas enfrentar e pedir a Deus sabedoria para administrar os recursos adequadamente e não ser dominado por ele. Que sejamos abençoados pelas riquezas iniquas e não mais sejamos tão iniquas quanto elas. Portanto quem é dizimista tem a certeza de que está usando seus recursos adequadamente e há de se encontrar no céu com muitos novos amigos de Jesus. Almas que são frutos de sua doação fiel. Mas os desobedientes avarentos não terá amigo nenhum em céu algum para encontrar-se. Os abraços são para aqueles que por outros, doam-se. Quem assim dizima tem um coração cultivador. Pr. Felipe da Hora

O DÍZIMO É SANTO

Porque o dízimo é santo! Quem o defrauda será punido. Em Lv. 27:30-32 afirma-se: “Também todas as dízimas do campo, da semente do campo, do fruto das árvores, são do SENHOR; santas são ao SENHOR. Porém, se alguém das suas dízimas resgatar alguma coisa, acrescentará a sua quinta parte sobre ela. No tocante a todas as dízimas do gado e do rebanho, tudo o que passar debaixo da vara, o dízimo será santo ao SENHOR.” É determinante a expressão: ...santas são ao Senhor! Sim, os dízimos são santos, separados para a ser usados na obra do Senhor. Se alguém não dizima, então, não santifica o Senhor e certamente este avarento será punido em coisas valiosas. O texto diz: ...acrescentará a sua quinta parte sobre ela. Ora, o texto afirma que se alguém (avarento e adorador do dinheiro) não dar o dízimo, deverá pagar “juros punitivos” sobre o mesmo para receber o perdão e a bênção de Deus. A expressão “quinta parte” significa 20% de juros. Ou seja se alguém ganha R$ 1000,00 deveria dizimar R$ 100,00, mas se não o faz deverá ser punido e dizimar (para regularizar-se diante de Deus) a quantia de R$ 120,00. A outra punição para quem não é fiel a Deus é a expressão “tudo que passar debaixo da vara”. E isto é até mais forte e mais rigorosa. Aqueles que criavam gados (teus bens) e não davam os dízimos a contento, eram obrigados a devolverem muito mais pois eles ficavam “debaixo da vara do Senhor”. Literalmente a expressão refere-se a medição dos gados e que a partir de uma medida determinada pelo sacerdote todo gado que passasse por ela tornava-se dízimo ao Senhor. Hoje contudo, podemos afirmar que muitos estão “debaixo da vara do Senhor”, sofrendo e perdendo bênçãos, porque são infiéis. Pensam que jamais serão punidos, julgam que “não dar” é lucro pra eles. Não! Ao invés de lucros eles terão terríveis perdas, pois, quem não é dizimista estar debaixo de multas espirituais. E Deus não mente, esta é a sua palavra. Quem não dizima estar debaixo da Dura vara de Deus. Conselho sacerdotal: Se você é dizimista, então estás em dia com o Senhor, e continue sendo uma benção: Abençoando e sendo abençoado. Mas, se você não é dizimista, então é um devedor, sujeito a juros e multas, e Deus vai requerer centavo por centavo. Bem como submete-se as punições, maldições e tudo mais da Vara do Senhor. A partir de hoje seja um dizimista fiel! Quem assim dizima tem um coração santificado! Pr. Felipe da Hora

Aspectos do Batismo

ASPECTOS DO BATISMO Introdução: Ao ouvir o evangelho, adquire-se a fé mediante a ação do Espírito Santo, porquanto a fé é o selo do Espírito, quando convence o homem do pecado, da justiça e do juízo. (Rm10:17, Ef 1:13) Quando o Espírito sela o homem crer e confessa a Cristo! Este selo(que é a fé) promove um novo nascimento no homem(Jo 3:5), e o Espírito de Deus passa a habitar nele(1Co 3:16), fazendo com que o homem ande em novidade de vida(Rm 6:4). Quem crer passa a pensar naquilo que é do alto, pois agora tem a mente de Cristo, e tem dentro de si, a convicta esperança de ter adquirido a garantia de vida eterna(Jo 6:17), pois agora torna-se da família de Deus (Jo 1:12), portanto membro do corpo de Cristo(1Co 12:27). Sim, Você é do Corpo de Cristo. I- Qual o comportamento de quem é do corpo de Cristo? a) Confessar a Cristo publicamente como o Senhor e o Salvador(Mt 10:32), pois ouviu e creu! b) Andar iluminando o mundo tenebroso, com frutos bons(Mt 5:14), pois agora é filho de Deus! c) Suportar aflições, perseguições e tentações por amor a Cristo(At 1:8), pois tem uma esperança! II- O que acontece com quem recebe a dádiva da fé? a) Recebe o perdão e a justificação dos pecados(At 13:38) – Deus apagou todo nosso passado! b) Recebe a redenção das garras do maligno(Rm 3:24 e 1Jo 5:18,19) – Nos torna livre do mal! c) Recebe a filiação pela ação do poder de Deus(Jo 1:12) – Agora nos adota como filhos! d) Recebe a salvação e glorificação, a vida eterna(Jo 10:28) – Deus nos torna um salvo! III- Por que devo ter esperança de vida eterna? a) Cristo foi o único sacrifício satisfatório, perfeito e eterno ( At4:12), Ele pagou um alto Preço! b) Cristo nunca falha, jamais nos abandona(Hb13:5, Fp 1;6), Ele nos quer pertinho dEle! c) Cristo é fiel, Ele prometeu, e não volta atrás em sua Palavra(Tt1:2). Tudo há de se cumprir! IV- Por que devo congregar em uma Igreja? a) A Igreja é o corpo de Cristo, todos os membros devem estar ligados e alimentados pela mesmo Espírito(Cl 1:8)(Ez 22:21). b) A Igreja é o lugar onde os salvos se cooperam e aprendem uns com os outros(Rm 12:5), aprendendo a perdoar, amar, suportar e ser vaso de honra!(Sl 22:25; 35:18; 40:10; 74:2;111:1 c) A Igreja é o encontro de pessoas que adoram ao Senhor, é onde se expressam e experimentam uma intimidade com o Senhor(Hb 10:25); d) A Igreja é o lugar para contribuir, com dons, talentos e recursos (dinheiro) para que o evangelho do Reino seja pregado abreviando a vinda do Senhor. (Mt 21:3; Lc 8: 2 e 3; Fp 4:14-16; Ml 3: 6-12, etc) Conclusão: Após este estudo você deve saber e dizer: “Eu confesso que Cristo Jesus é meu Senhor e Salvador, e de coração declaro que pela ação do Espírito Santo recebi a fé, e agora, serei e sou discípulo de Jesus, pois ele me chamou para ser luz do mundo. Pela fé, apresento-me para o batismo, pois afirmo assim que sou membro do Corpo de Cristo e da família de Deus, e herdeiro de uma vida eterna nEle. Devo portanto, me congregar na Igreja e assim participar e contribuir voluntariamente da sua obra evangelizadora, para crescer espiritualmente e ajudar outros a aprenderem juntamente comigo do viver em Cristo Jesus, no amor do Pai”. A melhor decisão e que confirma o amadurecimento espiritual e a fé salvífica é quando o homem torna-se discípulo de Cristo, e recebe o batismo: “Quem crer e for batizado será salvo” (Mc 16:16) Lembre-se: Não deixe nada te esmorecer de se batizar, mas vigia e viva no amor de Deus! (Pr. Felipe da Hora)

DIRETORIA ICB 2013-2014

A 51ª Assembléia dos Ministros da ICB deliberou em nova eleição a seguinte liderança nacional: DIRETORIA NACIONAL - Presidente: Pr. Mayldson Fernandes; Vice presidente: Pr. Márcio Morais; Tesoureiro Nacional: Prb. Fco Carneiro; Secretário Geral: Pr. Pedro Rodrigues; DIRETORIA SENAMIC - Secretário de Missões: Pr. Antônio Dantas; Secretário Adjunto -Pr. João de Souza; Tesoureiro de Missões -Pr. Cléber de Sousa; CONSELHO DE ÉTICA - Pr. Fco Souto; Pr. Felipe da Hora; Pr. Adilson de Jesus; Pr. Isac dos Reis; e Pr. Iremar Santos. CONSELHO FISCAL - Pr. Joel Medeiro; Pr. Aluízio Otaviano; Pr. José Souto. Compõe ainda a Diretoria os Representantes das Regiões Eclesiástica, a saber: 1- REGIÃO LESTE RN PB PE BA: Pr. Geraldo Lima; Pr. Erinaldo Veríssimo. 2- REGIÃO OESTE RN PB PE BA: Pr. David Marroque; Pr. Fco Higino; 3- REGIÃO OESTE RN SERIDÓ: Pr.Isac Reis; Ev. Fco Elieudo; 4- REGIÃO NORTE CE: Pr. Felipe da Hora; Pr. Jurandi Bezerra; 5- REGIÃO SUDESTE: A receber dados; 6- REGIÃO MAPI: Pr. Francildo Gomes; Mss. Elis Regina; 7- REGIÃO OESTE CENTRAL: Pr. Nicássio de Assis; Pr. Paulo Abdias; 8- REGIÃO LESTE OESTE CE: Pr. Herbert Amorim; Pr. Cavalcante Neto.

Ouça Rádio Evangelho

Uma Igreja compromissada com o Reino

A Igreja de Cristo do Centro de Sobral, convida a todos os amigos do Evangelho para construirmos uma Igreja Teraupeta. Jesus nos chamou para sermos tratados nele, mas também para sermos canal para tratarmos outros. Visite-nos!

DEUS AMA VOCÊ