Follow by Email

Seguidores

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

PRATICANTES OU OUVINTES?

“Sede praticantes da palavra, e não somente ouvintes que enganam-se a si mesmo” (Tiago 1:22)

Aprender a andar com Deus é algo maravilhoso. Colocar em práticas as verdades aprendidas, é melhor ainda. O que se aprendeu não será mais uma verdade teorizada, mais sim, uma verdade prática. Por falta de praticar o aprendido, acaba-se esquecendo ou desprezando a sua necessidade. É lamentável vermos alguns cristãos ao ficarem neutros e indiferentes em certos assuntos, parecendo não possuir um compromisso com Jesus. Acostumaram-se a serem apenas ouvintes da palavra de Deus. Mas, somos advertidos contra esse mal, cada dia mais comum, cujo primeiro dano, é a própria pessoa! Repito: “Sede praticantes da palavra, e não somente ouvintes que enganam-se a si mesmo” (Tg 1:22).
Lembremos que, não dá para enganar a Deus. Sim, corremos o risco de enganar a nós mesmos com uma vida religiosa, se ficarmos apenas na teoria. Portanto, exerçamos práticas cristãs. Vamos verificar...
* O quanto da palavra de Deus ouvida tem moldado meus relacionamentos e negócios? É necessário termos comunhão e respeito para com o outro. Cada irmão e cada pessoa, é um desafio e uma oportunidade para desenvolver um bom relacionamento!
* O quanto a palavra de Deus ouvida tem me levado a um envolvimento e comprometimento com o Reino de Deus e com as almas? Sim, é necessário que eu participe e que leve o Reino ás almas perdidas. È mister que haja derramamento daquilo que tenho, daquilo que sou e daquilo que posso no altar do Senhor;
* Será o que tenho aprendido a ter controle sobre a língua, para não matar, não ferir, não agredir, nem difamar? Tiago diz que a língua que fala mal do outro: Solta veneno... Toca fogo... faz a vontade do inimigo e não de Deus. O alvo 1 do Cristão é controlar a língua.
* Será que, o que tenho aprendido tem me levado a um compromisso com os que sofrem fome e injustiças? Lembre-se, o que sabe fazer o bem e não o faz, comete pecado.
* Será que o que tenho feito e falado, tem promovido paz, bom ânimo e esperança? Afinal, se não amo, e não perdôo ao meu irmão a quem vejo, como posso amar a Deus, ou receber o perdão dele?
O Senhor Deus espera que cada palavra que ouvimos seja filtrada e absorvida, e então praticada realmente como resultado de um compromisso, de que somos mais que religioso, mais que um mero ouvinte. Sim! Precisamos ser discípulos praticantes, e assim viveremos o compromisso de testemunhar ao mundo aquilo que Deus fez, faz e fará na nossa vida, mostrando que agora somos do corpo de Cristo. Sim, Ser praticante é ter as mesmas práticas de Cristo. Pratique!

(Pr. Felipe da Hora)

Membro de Igreja ou Discípulo de Jesus?

Há uma grande diferença entre ser membro e ser discípulo. Muitas igrejas ou grupos religiosos, tem muitos membros, participando de todas as atividades ali, mas muitos poucos são os discípulos de Cristo. Analisemos algumas diferenças entre ser membro, e ser discípulo:

1- O membro espera pães e peixes; o discípulo é um pescador;

2- O membro luta por crescer; o discípulo para reproduzir-se;

3- O membro se ganha; o discípulo se faz com paixão, unção e meditação;

4- O membro depende dos afagos do seu pastor; o discípulo está determinado a servir a Deus;

5- O membro busca elogios; o discípulo doa sacrifícios vivos;

6- O membro entrega parte de suas finanças; o discípulo entrega toda a sua vida, pois Cristo vive nele;

7- O membro cai facilmente na rotina ou no comodismo; o discípulo é um revolucionário;

8- O membro precisa ser sempre estimulado ou esmorece; o discípulo procura sempre estimular os outros, sua palavras trazem ânimo;

9- O membro espera que alguém lhe diga o que fazer; o discípulo está pronto a exercitar seus dons;

10- O membro reclama e murmura; o discípulo obedece e nega-se a si mesmo;

11- O membro é condicionado pelas circunstâncias; o discípulo as aproveita para exercer a sua fé;

12- O membro exige que os outros o visitem; o discípulo visita;

13- O membro busca na palavra promessas para a sua vida; o discípulo busca vida para receber as promessas da palavra;

14- O membro pensa em si mesmo; o discípulo pensa no outro;

15- O membro se senta para adorar; o discípulo vive adorando;

16- O membro pertence a uma denominação; o discípulo pertence ao Reino de Deus;

17- Para o membro, a meta é ser habitado pelo Espírito Santo; para o discípulo, é meio para alcançar a meta de ser testemunha viva de Cristo a toda criatura;

18- O membro vale porque soma e aumenta-se a comunidade; o discípulo porque multiplica, e gera outros para o Reino;

19- O membro espera receber para dar, o discípulo dar sem esperar receber;

20- O membro entra na forma do mundo, ou repele-o; o discípulo é um agente de transformação do mundo;

21- O membro espera milagres; o discípulo os fazem;

22- O membro velho é problema para a Igreja, o discípulo idoso é problema para o reino das trevas;

23- O membro se destaca construindo templos; o discípulo se destaca conquistando vidas;

24- O membro é forte soldado defensor; o discípulo é invencível soldado de ataque;

25- O membro cuida das estacas de sua tenda; o discípulo desbrava e aumenta o seu território;

26- O membro se habitua; o discípulo rompe com os velhos moldes;

27- O membro sonha com uma igreja ideal; o discípulo se entrega para fazer uma igreja real;

28- A meta do membro é ir para o céu; a meta do discípulo é ganhar almas para o Reino de Deus;

29- O membro maduro finalmente cruza os braços; o discípulo maduro assume a cada dia a sua cruz, e não olha para traz;

30- O membro necessita de festas para ficar alegre; o discípulo vive em festa pois tem a alegria, o fruto do Espírito;

31- O membro espera um avivamento; o discípulo faz o avivamento;

32- O membro agoniza sem nunca morrer; o discípulo morre e ressuscita para dar vida a outros;

33- O membro lamenta as dificuldades de convivência do ambiente; o discípulo faz o ambiente conviver na paz;

34- O membro espera uma almofada; o discípulo leva a sua cruz;

35- O membro tem um espelho para contemplar-se; o discípulo tem olhos para os outros;

36- O membro pede desculpas; o discípulo perdoa, reconcilia-se e esquece do passado;

37- O membro pede paz para o mundo; o discípulo para os corações receberem o Príncipe da paz;

38- O membro se lembra de pedir; o discípulo não se esquece de agradecer;

39- O membro se julga digno do altar; o discípulo traz outros para diante do altar do Deus digno;

40- O membro vive pelas circunstâncias; o discípulo vive pela fé;

Em verdade, em verdade vos digo: Quem crê, tem a vida eterna.(Jo 6:47)

Um professor evangélico estava se preparando para dar aula de Religião em um colégio. Deveria explicar sobre “fé”, e meditando sobre o que iria dizer, teve uma idéia:
- Sim! - pensou ele. – Darei de presente o meu relógio para aquele aluno que acreditar na minha oferta. Assim os meninos aprenderão o que significa a palavra “fé”.
E assim o fez. No outro dia , iniciando a aula, tomou o seu relógio precioso e disse para os alunos:
- Meninos, aqui está o meu relógio. Dou-o aquele que vier agora a frente, estender a sua mão e o pegar.
Todos os alunos começaram a rir. Somente o pequeno Carlos, sentado no último banco, ficou bem sério. Sabia que o professor nunca mentia. Estaria mentindo agora? Os outros meninos entreolhavam-se e cochichavam:
- Engraçado, nosso professor, começa aula de religião com uma brincadeira! É claro que quando alguém for a frente, ele rapidamente, esconderá o relógio no bolso. Relógio tão caro não se dá de graça.
Contudo, o Carlos levantou-se para ir a frente pegar o relógio. Quando os outros notaram sua intenção, começaram a debochar: “Que tolo... acreditou nisso?”
Intimidado, Carlos sentou-se. O professor, porém, continuava a balançar o relógio em sua mão, repetindo:
- Eu já menti alguma vez para vocês? Não? Então! A quem vier a frente e estender a sua mão, darei o relógio de presente!
Novamente, o Carlos se levantou e foi para frente. Não reparou nas risadas dos seus colegas. Não se intimidou mais, ia andando e pensando: “Ele disse! Ele disse que daria o relógio a quem for a frente e o pegar.
Chegou perto do professor, estendeu a mão e pegou o relógio. Virou-se e retornou ao seu lugar. Os alunos ficaram perplexos e perguntavam:
- Professor! Era verdade mesmo? Não foi uma brincadeira?
- Vejam meninos – respondeu- todos vocês acharam que eu estava mentindo. Mas, o Carlos acreditou na promessa e naquele que prometeu. Portanto isso é fé, e o relógio é dele sim!
E com grande decepção os meninos murmuravam: “Era tão fácil obter o relógio. Por que não o pegamos?”
Hoje, o Mestre Jesus nos oferece salvação grátis e completa. Quem crê?
Na cruz Ele eliminou todos os nossos pecados, e pelas suas pisaduras nós fomos sarados e o castigo que traz a paz estava sobre Ele.
Sim! Todas as nossas dívidas foram pagas por Cristo, e se não crermos nisso acusamos Jesus de mentiroso, e quem nega a verdade, se exclui da família de Deus.
Portanto, é preciso fé, pois todas as sua promessas são reais, basta-nos crer e se levantar, e determinar, e não duvidar, e se apropriar das palavras e do nome de Jesus.
A fé em Jesus é o segredo para o supremo tesouro!

Do livro: Amor sem fronteiras

VIRTUDE

“Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria, e até aos confins da terra. (AT 1:8) - E, perseverando unânimes todos os dias no templo, e partindo o pão em casa, comiam juntos com alegria e singeleza de coração (AT 2:46) - Louvando a Deus, e caindo na graça de todo o povo. E todos os dias acrescentava o Senhor à igreja aqueles que se haviam de salvar. , (AT 2:47)”

Estes textos alerta-nos que o servo de Deus deve buscar receber estas Virtudes, definidas em três pontos: A virtude do testemunho, do ânimo, e a virtude do carisma.

A VIRTUDE DO TESTEMUNHO – Todo cristão cheio do Espírito deve se dispor mais em ser testemunha do amor de Deus que falar de coisas carnais ou defeitos humanos. Os dons pentecostais são com um objetivo: Falar do plano de salvação de Deus para o homem! Ser pentecostal é ser testemunha do Senhor! Muitos que Pentecoste é benefício próprio, mas, Pentecoste tem como propósito: Evangelizar outros!

A VIRTUDE DO ÂNIMO – Todo cristão deve buscar esta virtude, pois, assim serão movidos no serviço de Deus firmando-se plenamente em aspectos racionais motivadores. Esses cristãos desenvolverão uma fé positiva, tendo bons sentimentos sobre si e sobre a obra. Ânimo é alegria e a singeleza do coração capazes de sonhar e gerar sonhos, esperança e fé pelas promessas do Senhor. Esta virtude tem que está em nós. Precisamos ter a virtude do ânimo. Não importa a luta, não importa a prova, nós sempre confessamos a vontade de Deus a partir de um ânimo pronto. Sem ânimo todas as outras virtudes ficarão aquém. Na Igreja esse ânimo deve ser em prol de um propósito. Sejamos verdadeiros pentecostais sendo UNÂNIMOS! Vivendo em comunhão! Sendo disposto no trabalho do Senhor.

A VIRTUDE DO CARISMA – Todo cristão deve desenvolver dentro de si um coração e uma face carismáticos. A bíblia nos ensina que carisma é a capacidade de atrair pela amizade, de atrair, pelo sorriso, pela palavra sábia. Um crente carismático cai nas graças do povo. Precisamos transmitir comunhão entre nós. Precisamos ser capazes de acolher e não espantar. Precisamos aprender a pagar o mal com o bem, a não ter ciúmes e nem preconceito. Todos são igualmente preciosos.O carismático atrai com gestos de amor. At 2:47. Sejamos carismáticos, ou seja cheios de alegria e de coração singelos, e humildes.Somente assim teremos um crescimento movido pela graça e não por dogmas ou atrações eclesiásticas circenses!

CONCLUSÃO – Sim, somos pentecostais. Todos nós, os que crêem nos dons como importantes e nos frutos como essência. Os pentecostalistas criam extremos e exageros não bíblicos: Esquecem-se do testemunho, do ânimo e do carisma. Mas, os pentecostais vibram pelo mover do Espírito com sabedoria e vida!

(Pr. Felipe)

DIRETORIA ICB 2013-2014

A 51ª Assembléia dos Ministros da ICB deliberou em nova eleição a seguinte liderança nacional: DIRETORIA NACIONAL - Presidente: Pr. Mayldson Fernandes; Vice presidente: Pr. Márcio Morais; Tesoureiro Nacional: Prb. Fco Carneiro; Secretário Geral: Pr. Pedro Rodrigues; DIRETORIA SENAMIC - Secretário de Missões: Pr. Antônio Dantas; Secretário Adjunto -Pr. João de Souza; Tesoureiro de Missões -Pr. Cléber de Sousa; CONSELHO DE ÉTICA - Pr. Fco Souto; Pr. Felipe da Hora; Pr. Adilson de Jesus; Pr. Isac dos Reis; e Pr. Iremar Santos. CONSELHO FISCAL - Pr. Joel Medeiro; Pr. Aluízio Otaviano; Pr. José Souto. Compõe ainda a Diretoria os Representantes das Regiões Eclesiástica, a saber: 1- REGIÃO LESTE RN PB PE BA: Pr. Geraldo Lima; Pr. Erinaldo Veríssimo. 2- REGIÃO OESTE RN PB PE BA: Pr. David Marroque; Pr. Fco Higino; 3- REGIÃO OESTE RN SERIDÓ: Pr.Isac Reis; Ev. Fco Elieudo; 4- REGIÃO NORTE CE: Pr. Felipe da Hora; Pr. Jurandi Bezerra; 5- REGIÃO SUDESTE: A receber dados; 6- REGIÃO MAPI: Pr. Francildo Gomes; Mss. Elis Regina; 7- REGIÃO OESTE CENTRAL: Pr. Nicássio de Assis; Pr. Paulo Abdias; 8- REGIÃO LESTE OESTE CE: Pr. Herbert Amorim; Pr. Cavalcante Neto.

Ouça Rádio Evangelho

Uma Igreja compromissada com o Reino

A Igreja de Cristo do Centro de Sobral, convida a todos os amigos do Evangelho para construirmos uma Igreja Teraupeta. Jesus nos chamou para sermos tratados nele, mas também para sermos canal para tratarmos outros. Visite-nos!

DEUS AMA VOCÊ