Follow by Email

Seguidores

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

VIDA FELIZ 2 - ASPECTOS DA GRAÇA

LIÇÃO 2- ASPECTOS DA GRAÇA

A palavra GRAÇA significa: Favor imerecido. É algo valiosíssimo dado gratuitamente, mas que muitos ainda têm desprezado tal bênção, por não entender a sua importância! Mas, em 1CO 1:4, Paulo nos ensina: “Sempre dou graças ao meu Deus por vós pela Graça de Deus que vos foi dada em Jesus Cristo.”

Devemos portanto agradecer, e entender que a Graça de Deus é dada através de Jesus Cristo, pois só Ele pode resgatar o homem da condenação! João disse: “Eis o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo”(Jo 1:29)

Surge-nos aqui algumas perguntas: Porque Jesus tem autoridade para anular o pecado? Há mais alguém com esta autoridade? Quais os aspectos da Graça de Deus através de Cristo?

Ora, a bíblia nos garante que todos pecaram em Adão (Rm 5:12) e todos herdaram a morte pela dívida do pecado, mas Cristo sem pecado, não devia morrer, mas assumiu a nossa dívida de pecado, e morreu pelos homens(Rm 5:17). Ele pagou o preço, por isso Ele é o doador da Graça, e pode gratuitamente anular todos os efeitos dos nossos pecados! Vejamos os aspectos da Graça:

O propósito da Graça é a salvação mediante a fé em Cristo! Em Efésios 2:8 diz: “Pela Graça sois salvos, e isto não vem de vós é dom de Deus, não vem das obras para que ninguém se glorie”.

Concluímos portanto, que é um ato soberano de Deus, cabendo ao homem apenas crer em Cristo, o Cordeiro sacrificado por nossa culpa! 2Co5:18 e 19 diz: “E tudo isto provém de Deus, que nos reconciliou consigo mesmo por Jesus Cristo, e nos deu o ministério da reconciliação; Isto é, Deus estava em Cristo reconciliando consigo o mundo, não lhes imputando os seus pecados; e pôs em nós a palavra da reconciliação”. Portanto é a misericórdia de Deus e não nossos atos que podem nos salvar!

A salvação é um estado instantâneo, cotidiano e eterno. E passa por algumas bênçãos espirituais, a saber: Remissão, Justificação, Reconciliação, Redenção, Filiação,Regeneração, e Santificação;

Remissão, é o princípio da Graça onde é necessário que haja o pagamento pela culpa: “(LC 1:77) - Para dar ao seu povo conhecimento da salvação, na remissão dos seus pecados;(HB 9:22) - E quase todas as coisas, segundo a lei, se purificam com sangue; e sem derramamento de sangue não há remissão.”

Remissão é ser comprado novamente, e como foi alto o preço que Cristo pagou! Portanto assim quando cremos e recebemos e confessamos que o sangue de Cristo nos comprou, somos dEle. O Espírito vem e toma posse do que é seu!

Justificação, é o princípio da Graça onde tudo aquilo que nos acusava é esquecido, e Cristo é quem responde por isso! Ele é o advogado que prova nossa inocência apresentando-se em nosso lugar! Mas, para tanto é preciso fé em Cristo: “(RM 5:1) - Tendo sido, pois, justificados pela fé, temos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo; (RM 4:25) - O qual por nossos pecados foi entregue, e

ressuscitou para nossa justificação.”

Justificação é pois o veredicto que Deus dá ao homem mediante o advogado Jesus Cristo, considerando pois a estes: “SOIS INOCENTE!”.

Reconciliação é a nova condição que o homem se coloca diante Deus: “(2CO 5:18) - E tudo isto provém de Deus, que nos reconciliou consigo mesmo por Jesus Cristo, e nos deu o ministério da reconciliação; (EF 2:14) - Porque ele é a nossa paz, o qual de ambos os povos fez um; e, derrubando a parede de separação que estava no meio, (EF 2:16) - E pela cruz reconciliar ambos com Deus em um corpo, matando com ela as inimizades”. Portanto, em Cristo deixamos de ser inimigos, rebeldes, mortos. Alcançando Paz com Deus! Temos vida espiritual, temos assim intimidade com o Pai! Ver Colossenses 1:21.

Redenção, é a atribuição da Graça onde garante-nos que não mais somos escravos do pecado. (RM 3:24) - Sendo justificados gratuitamente pela sua graça, para redenção que há em Cristo Jesus. Portanto, somos Justificados para vivermos a redenção (liberdade) de Cristo. Ora, mas, livres de que?

Redenção é a expressão da graça que garante que fomos resgatados das garras do maligno, e estamos agora nas mãos do Pai!

(JO 10:29) - Meu Pai, que mas deu, é maior do que todos; e ninguém pode arrebatá-las da mão de meu Pai. (1JO 5:18) - Sabemos que todo aquele que é nascido de Deus não peca; mas o que de Deus é gerado conserva-se a si mesmo, e o maligno não lhe toca. (JO 8:34) - Em verdade, em verdade vos digo que todo aquele que comete pecado é servo do pecado. (JO 8:36) - Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres.

Filiação é a nova intimidade que a Graça de Deus nos garante: “(GL 4:4) - Mas, vindo a plenitude dos tempos, Deus enviou seu Filho, nascido de mulher, nascido sob a lei, (GL 4:5) - Para remir os que estavam debaixo da lei, a fim de recebermos a adoção de filhos. Sim, o homem remido por Cristo é adotado por Deus como filho! Ver João 3:11,12. E somos agora herdeiro em Cristo: “(RM 8:17) - E, se nós somos filhos, somos logo herdeiros também, herdeiros de Deus, e co-herdeiros de Cristo: se é certo que com ele padecemos, para que também com ele sejamos glorificados.

Regeneração é o atributo da Graça que nos possibilita sermos nova criatura (2co 5:17); e andarmos em novidade de vida(Rm6:4). (1PE 1:23) - Sendo de novo gerados, não de semente corruptível, mas da incorruptível, pela palavra de Deus, viva, e que permanece para sempre. (EF 4:24) - E vos revistais do novo homem, que segundo Deus é criado em verdadeira justiça e santidade.

Santificação é a condição interior do homem após ter um encontro com Cristo em sua Graça. Purificado pelo seu sangue, deve agora zelar, ou seja manter santo, puro e incontaminável! Devemos ser santos, ou seja, mantendo a santidade que recebemos da Graça. É impossível manter a comunhão sem santidade!

(2CO 7:1) - Ora, amados, pois que temos tais promessas, purifiquemo-nos de toda a imundícia da carne e do espírito, aperfeiçoando a santificação no temor de Deus. (1TS 4:4) - Que cada um de vós saiba possuir o seu vaso em santificação e honra;

Será que a Graça de Cristo, pode salvar-me? Ver: (Ef 2:8; 2Tm4:8; Rm8:18; 1Co1:18). E agora? Abraçarei esta Graça gratuita, aceitando que Deus já fez tudo lá na cruz, e que basta-me apenas reconhecer sua ação misericordiosa em Cristo?

Pr. Felipe da Hora


DIRETORIA ICB 2013-2014

A 51ª Assembléia dos Ministros da ICB deliberou em nova eleição a seguinte liderança nacional: DIRETORIA NACIONAL - Presidente: Pr. Mayldson Fernandes; Vice presidente: Pr. Márcio Morais; Tesoureiro Nacional: Prb. Fco Carneiro; Secretário Geral: Pr. Pedro Rodrigues; DIRETORIA SENAMIC - Secretário de Missões: Pr. Antônio Dantas; Secretário Adjunto -Pr. João de Souza; Tesoureiro de Missões -Pr. Cléber de Sousa; CONSELHO DE ÉTICA - Pr. Fco Souto; Pr. Felipe da Hora; Pr. Adilson de Jesus; Pr. Isac dos Reis; e Pr. Iremar Santos. CONSELHO FISCAL - Pr. Joel Medeiro; Pr. Aluízio Otaviano; Pr. José Souto. Compõe ainda a Diretoria os Representantes das Regiões Eclesiástica, a saber: 1- REGIÃO LESTE RN PB PE BA: Pr. Geraldo Lima; Pr. Erinaldo Veríssimo. 2- REGIÃO OESTE RN PB PE BA: Pr. David Marroque; Pr. Fco Higino; 3- REGIÃO OESTE RN SERIDÓ: Pr.Isac Reis; Ev. Fco Elieudo; 4- REGIÃO NORTE CE: Pr. Felipe da Hora; Pr. Jurandi Bezerra; 5- REGIÃO SUDESTE: A receber dados; 6- REGIÃO MAPI: Pr. Francildo Gomes; Mss. Elis Regina; 7- REGIÃO OESTE CENTRAL: Pr. Nicássio de Assis; Pr. Paulo Abdias; 8- REGIÃO LESTE OESTE CE: Pr. Herbert Amorim; Pr. Cavalcante Neto.

Ouça Rádio Evangelho

Uma Igreja compromissada com o Reino

A Igreja de Cristo do Centro de Sobral, convida a todos os amigos do Evangelho para construirmos uma Igreja Teraupeta. Jesus nos chamou para sermos tratados nele, mas também para sermos canal para tratarmos outros. Visite-nos!

DEUS AMA VOCÊ